• ACEAPP

VISITE PIRENÓPOLIS

Nossa cidade, a 150 km de Brasília e 120 km de Goiânia, atrai visitantes por vários motivos: lindas cachoeiras, boa gastronomia, atrações culturais e sua arquitetura colonial a tornam  um dos destinos mais visitados no Brasil. 

Também a cidade é conhecida como a Capital da Prata do Centro Oeste pelas belas joias artesanais feitas por seus artesãos joalheiros que receberam a distinção de Indicação Geográfica de Procedência.




Às margens do Rio das Almas, o arraial Minas de Nossa Senhora do Rosário de Meia Ponte foi fundado por volta de 1727 por  mineradores de ouro e seus escravos, liderados pelo bandeirante Manuel Rodrigues  Thomar.

A primeira rua foi provavelmente a Rua das Bestas, hoje Rua Direita, que fazia a ligação entre o garimpo e a antiga Vila Boa, hoje Cidade de Goiás.

A igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário foi edificada entre 1732 e1736. É um dos monumentos sacros mais antigos do Estado de Goiás. O ciclo do ouro na região foi intenso e breve. Diferente de outras cidades mineradoras que entraram em decadência e até desapareceram com o fim da mineração, Pirenópolis, por possuir terras férteis, prosperou com economia agrícola e comércio tropeiro encabeçado pelo comendador Joaquim Alves de Oliveira. Em 1800 ele construiu o Engenho São Joaquim, hoje Fazenda Babilônia, onde plantou algodão para exportar para a Inglaterra. Como resultado deste próspero comércio a cidade cresceu e pode manter sua cultura, tradições e festejos populares como a Festa do Divino e Congadas.

Em 1830 foi editado o  jornal  A Matutina  Meia-Pontence, primeiro periódico do centro-oeste e criada a primeira banda de música, biblioteca pública e teatro e depois o Cine Pireneus. Após este período de crescimento econômico e cultural viveu um outro de decadência e isolamento quando suas atividades comerciais, por falta de estradas de integração com outras cidades goianas em franco crescimento como Anápolis e Goiânia foi perdendo força. Porém, este período de vacas magras contribuiu para a preservação de seu patrimônio arquitetônico tombado pelo IPHAN-Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 1989. Pirenópolis ainda conserva em seu centro histórico, igrejas, teatro, cinema e lindos casarões coloniais, habitados por descendentes de famílias fundadoras da cidade, ou utilizados como pousadas, lojas, bares e restaurantes. Hoje, Pirenópolis é famosa pelo turismo histórico e de aventura com suas inúmeras cachoeiras, por sua cultura , festas religiosas e populares, pela extração do quartzito (a “pedra de Pirenópolis”, tradicionalmente usada na urbanização e construção civil)

Não bastasse tudo isso, a cidade  ainda é conhecida popularmente como a Capital da Prata do Centro-Oeste, ( veja reportagens sobre a cidade no YouTube e jornais), por suas belas joias artesanais em prata. Fama agora consolidada com a Indicação Geográfica de Procedência para suas joias por intermédio da ACEAPP.




Rua Direita, Pirenópolis


#inpi#propriedade intelectual#associação#indicação geográfica #Pirenópolis #joia artesanal #escoladeourives #ourives#ourivesaria#joalheria#Joalheriaautoral#designerdejoia#joalheriaartesanal#buril#burilamento#fundomineral#joiasdePirenópolis#joiasdepiri#Pirenópolis #ig da prata #ACEAPP



19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
SELO_CORTADO_edited.png